Seguro de vida familiar

Somente pessoas da família podem ser beneficiários do seguro de vida?

O segurado tem total direito de escolher quem ele deseja que receba o valor da indenização nesse seguro. Por isso, ele pode indicar alguém da família, amigo que ele preza pela amizade ou quem ele bem entender. Quem ele indicar deve constar o nome no contrato para que sua escolha tenha validade.

Fiz algumas pesquisas relacionadas a financiamento imobiliário e encontrei uma instituição bancaria com juros muito bons. Ao realizar essa contratação fui informado que somente posso fazê-lo se eu também contratar o seguro de vida porque não sou cliente da mesma. Esse tipo de comercialização desse seguro é permitido?

Não é difícil encontrar bancos que imponham como condição a contrato financeiro a aquisição do seguro devida. No entanto, isso é um grande erro que o consumidor não deve aceitar. Esse tipo de seguro não pode estar atrelado a qualquer tipo de produto muito menos servir como condição para que o negócio seja realizado. Isso constitui a venda casada que tem previsão no Código de Defesa do Consumidor e que essa lei proíbe veementemente.

 

Um amigo meu contratou o seguro de vida, mas diz que ele é o mesmo que o seguro de acidentes pessoais. Isso é realmente é verdade ou se tratam de seguros diferentes?

Esses dois seguros são distintos, pois são contratados para finalidades diferentes. quando o seguro de vida é contratado ele vai garantir o pagamento de uma indenização para os casos que o segurado morre naturalmente ou de forma acidental. Já na cobertura de acidentes pessoais o valor da indenização somente será pago nos casos que o falecimento do contratante decorre de acidente. Como os dois são distintos o preço deles são diferentes. sendo assim, o custo do seguro de vida é maior quando é feita uma comparação dos acidentes pessoais. Também há diferença na realização do cálculo do prêmio, pois no que é voltado a cobrir acidentes pessoais não é costume haver distinção entre pessoas jovens e idosas, ou seja, o valor do prêmio não é alterado por causa do avanço da idade.

Todos os anos um segurado que havia contratado o seguro de vida o renovava sem falta. Ele é obrigado a fazer essa renovação após vários anos ou ele pode escolher se quer ou não renovar?

Todo cidadão que compra o seguro de vida pode renova-lo ou não, depende apenas de sua vontade. Tal ato pode ser realizado sem que o tempo de contratação seja levado em considerado já que não está previsto em qualquer lugar que ele é obrigado a renova-lo. Caso aconteça da seguradora se recusar a renovar o seguro ela deve apresentar uma proposta que contenha outras opções de condições contratuais mais novas, com coberturas e prêmios diferenciados.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *